Troco vários itens por suporte de ferro de solda ou suporte com garras para soldagem eletrônica

 

Troco parte do que segue:

– sanduicheira de fogão
– discman com case
– teclado USB ABNT
– Livros:
* A trombeta do anjo vingador, Dalton Trevisan
* Crônicas marcianas, Ray Bradbury
* O Ateneu, Raul Pompéia
* Biografia e criação literária, Giovanni Ricciardi
* Caminhos do Destino e outros contos, O. Henry
* O Sol também se levanta, Hemingway
* Rua dos cataventos e outros poemas, Mário Quintana
* O Cão dos Baskervilles; O signo dos quatro; um estudo em vermelho, Conan
Doyle

Por:
– Suporte para ferro de solda
(http://www.pares.com.br/28807-791-thickbox/suporte-pferro-de-solda-smt-3060.jpg)
ou
– suporte com garras para soldagem eletrônica
(http://www.eletrontech.com/wp-content/uploads/2009/06/lupa-com-garra-e-suporte-para-ferro-de-soldar.jpg)

Entrar em contato com:
gilbk@riseup.net

Curitiba/PR

Anúncios

Feira de Troca em Curitiba

Aeee pessoal! A galera de Curitiba em conjunto com 3 grupos organizou uma feira de trocas que vai estar acontecendo nesse sábado dia 25/02 na praça Santos Andrade. Tragam coisas úteis e que funcionem para trocar. E Aproveitem!!!

Manifesto:

Quando pensamos em obter alguma coisa, a primeira forma que nos vem à
cabeça é através da compra. Porém, a compra pressupõe moeda, que pressupõe
trabalho, que pressupõe tempo gasto. Do outro lado, o objeto está inserido
no jogo obscuro do mercado e subjetivo do desejo. E se olharmos ainda para
a produção, veremos um sujeito guloso chamado lucro, se alimentando de
trabalho escravo, guerras e desperdício. Todos esses fatores caracterizam
o ciclo normal que liga produção e consumo através do dinheiro.

Mas e se, de repente, percebendo a riqueza que já está a nossa volta,
resolvêssemos mudar a forma de obter os produtos de que precisamos? Uma
vida simples é uma vida com menos preocupações. Então, por que temos que
trabalhar tanto e ainda se endividar até o pescoço? O consumidor possui
tanto poder quanto quem produz, pois, afinal, aquele ciclo depende de
ambos. E também está na mão do consumidor escolher buscar nesse mercado
maluco e enganador o que ele precisa ou em outro lugar, assim como usar ou
não dinheiro, ter que trabalhar mais ou menos.

É com essa vontade de simplificar as coisas, ter mais tempo livre e evitar
se afogar em lixo que uma feira de trocas aparece. A riqueza de que falava
acima é justamente os objetos e conhecimentos que viemos acumulando
durante nossa vida, até esse ponto. Daqui pra frente, podemos começar a
trocar!

São roupas, instrumentos musicais, computadores, celulares, utensílios de
cozinha, ferramentas, livros, jogos, CDs, filmes, enfeites, etc, todas
coisas que possuem valor, mas que, depois de um bom tempo paradas, se
transformaram, estão fora do mercado tradicional. E além de objetos,
também podemos trocar serviços, desde consertos na casa até aulas e
caronas. Todas essas transações dependem unicamente da conversa entre os
interessados.

Muitas vezes, quando já estamos satisfeitos (e isso é possível), a feira
também é um espaço para fazermos doações. Não é necessário levarmos algo
de volta, tirarmos vantagem, muito menos termos lucro quando nos
relacionamos com as pessoas. Pelo contrário, é muito comum que nos
sintamos mais leves depois que o espaço daquele objeto, há muito
empoeirado, fica livre.

É isso que o escambo cria: um novo ciclo social, que liga – sem
necessidade de intermediários, patrões ou impostos – objetos e pessoas,
assim como pessoas e pessoas. Ao fazer essa ponte de forma direta, podemos
estabelecer novos valores para as coisas, dependendo da necessidade de
cada um. O ambiente automaticamente se transforma: a competição tende a
desaparecer, dando lugar à cooperação e à ajuda mútua.

Prá Escambá em Curitiba!

Olá Pessoal! É com alegria que anunciamos que Curitiba vai ter a sua feira Prá Escambá! Parabenizamos a todos os amigos que sonharam, organizaram e vão atuar na feira Prá Escambá em Curitiba! Convidamos a todos para participarem das trocas e a divulgarem para os amigos!!!

O Prá Escambá é uma feira de trocas que veio a ocupar um espaço público para nos mostrar que o centro de nossa cidade não precisa necessariamente ser um corredor de comércios, um lugar cinza em que as pessoas andam de um lado para outro sem conseguirem se ver e se falar. O Prá Escambá, de forma desinstitucionalizada, propõe outros modos de nos relacionarmos com as pessoas, objetos e espaços públicos. No ato do Escambo olhamos o que temos e ressignificamos nossas necessidades. No ato do Escambo olhamos e falamos com esse Outro, vemos também as necessidades dele. No ato do Escambo mostramos que as ruas podem ser um espaço realmente de interesse público e, acima de tudo, um espaço Humano e não simplesmente Institucional!


E conheça nosso grupo no facebook:
http://www.facebook.com/groups/113618288751788/

E a página no facebook do evento:
http://www.facebook.com/events/230847036986101/?context=create

Informações com Luisa:

lmouz@riseup.net

Troco Óculos de sol

Modelo: 2009
Marca: chilibeans
Proteção UV
Com caixinha

Troco por:
Dicionário de Francês (ou Francês-Português ou Francês-Inglês ou Francês-Espanhol)
Gramática Francesa
Gramática do Espanhol
Roller número 38
Livro de receitas veganas

Falar com: Luísa
email: luisamouzinho@gmail.com

Curitiba – PR

(podemos combinar o envio caso a pessoa more em outra cidade)